Buscar

Academicos Atuais

Usuários Online

Academicos Atuais

Academicos Atuais (31)

Quarta, 21 Novembro 2012 21:16

Wills Leal

Written by

Nasceu em 18 de setembro de 1936, em Alagoa Nova, Estado da Para�ba; filho do senhor Ant�nio Leal Ramos e D. Ana Meira Leal Ramos. Foi alfabetizado pelo seu pai, em seguida, freq�entou o Grupo Escolar de Alagoa Nova, concluindo o curso prim�rio. Na capital do Estado, continuou os estudos no Lyceu Paraibano e na Academia de Com�rcio Epit�cio Pessoa; � graduado em Filosofia e em L�nguas Neolatinas, pela UFPB., especializando-se em L�ngua e Literatura Francesa. � poliglota, professor, escritor e jornalista. Atua na imprensa paraibana, escrevendo artigos sobre cinema e turismo; j� presidiu a Associa��o Brasileira de Jornalismo e Escritores de Turismo (ABRAJET).

Ingressou na Academia Paraibana de Letras, em 29 de maio de 1992, recepcionado pelo acad�mico Jos� Oct�vio de Arruda Mello.

Trabalhos publicados: Discursos cinematogr�ficos dos paraibanos, Jo�o Pessoa: A Uni�o, 1992; Memorial da Festa das Neves, Jo�o Pessoa: JB, 1995; No tempo do lan�a-perfume, Jo�o Pessoa: A Uni�o, 1996; A saga de um grande clube, Jo�o Pessoa, JB, 1997; Iate nos seus 25 anos, Jo�o Pessoa, JB, 1997; Era feliz e n�o sabia, Jo�o Pessoa: Arpoador, 2000; O real e virtual no turismo da Para�ba, Jo�o Pessoa: A Uni�o, 2001.

 

 

 

REFER�NCIA BIBLIOGR�FICA:

GUIMAR�ES, Luiz Hugo. Hist�ria da Academia Paraibana de Letras, Jo�o

Pessoa: A Uni�o, 2001.

 

Memorial acad�mico, 1� edi��o

 

 

 

 

 

Quarta, 21 Novembro 2012 21:15

Wellington Hermes Vasconcelos de Aguiar

Written by

 

 

 

Nasceu em João Pessoa, no dia 04 de maio de 1935; filho de Hermes Ferreira de Aguiar e D. Rosa Dalva Cabral Vasconcelos de Aguiar. É casado com a senhora Maria Rita Cabral de Aguiar , tendo nascido dessa união as filhas Rosa Dalva e Jacqueline. Iniciou os estudos em Natal, no Colégio Santo Antônio, continuando em João Pessoa no Colégio Pio X e concluindo em Recife, onde estudou no Colégio Marista. Graduou-se em Direito pela Faculdade Nacional de Direito, antiga Universidade do Brasil, no Rio de Janeiro, em 1960; em 1969, licenciou-se em Letras pela Universidade Federal da Paraíba, tendo feito curso de Aperfeiçoamento, a nível de Pós-Graduação em Direito. Foi diretor-presidente da Loteria do Estado, de 1966/1971; é Procurador Jurídico do Estado, jornalista , professor e historiador, especializando-se, principalmente, na História da Paraíba, já tendo escrito sobre esse tema vários trabalhos de muito valor. Ingressou na Academia Paraibana de Letras em abril de 1981, tendo assumido a presidência da entidade no período de 1996 a 1998; é membro efetivo do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, tendo sido eleito, em 1995, vice-presidente; é membro do Conselho Estadual de Cultura , da Associação Paraibana de Imprensa e do Instituto Paraibano de Genealogia e Heráldica. É conferencista e mantém uma coluna no Jornal Correio da Paraíba, tendo feito a apresentação do livro Sem me rir, sem chorar, do escritor José Américo de Almeida.É autor dos livros: O passageiro do dia (1977); Um radical republicano contra as oligarquias (1981);Uma cidade de quatro séculos (1985, em parceria com o escritor José Octávio de Arruda Mello); Cidade de João Pessoa, a memória do tempo(1992);Deputado Miranda Freire: um oposicionista na trincheira (1997) e a Velha Paraíba nas páginas de jornais (1999). Participou das antologias: João Pessoa perante a história (1978); A Paraíba das origens � urbanização (1983); Antologia literária da Paraíba (1986);Coletânea de autores paraibanos (1987); Paraíba, conquista, patrimônio e povo (1993); Poder e política na Paraíba (1993); Fez a atualização ortográfica da 3ª edição de A Paraíba e seus problemas, de José Américo de Almeida e foi um dos coordenadores da coletânea Capítulos de história da Paraíba (1987). Recentemente, lançou a 2ª edição de Cidade de João Pessoa – A memória do tempo.

 

 

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

 

Informação prestada pelo acadêmico

 

 

 

 

 

 

 

Quarta, 21 Novembro 2012 21:14

Sérgio Martinho Aquino de Castro Pinto

Written by

 

 

 

 

Nasceu em João Pessoa, capital do Estado da Paraíba, em 25 de abril de 1947; filho do casal Petrônio de Castro Pinto e D.Mercedes Aquino de Castro Pinto, é casado com a professora Alda Lúcia de Castro Pinto e tem três filhos: Maria Cecília, Maria Carolina e Sérgio Rodrigo.

Sérgio é formado em Direito pela Universidade Federal da Paraíba, com Mestrado e Doutorado em Literatura Brasileira, defendeu tese sobre Manuel Bandeira e Mário Quintana; é professor universitário, escritor e poeta. Colabora nos jornais da capital; exerceu as funções: editor do Correio das Artes,suplemento literário do Jornal A União; Coordenador do Departamento de Literatura da extinta Secretaria de Cultura; Subsecretário de Cultura do Estado da Paraíba.; Membro do Conselho Estadual de Cultura. Participou de várias antologias, destacando-se: Sincretismo: a poesia da geração 60, organizada por Pedro Lyra, Rio de Janeiro: 1995; Receitas de criar e cozinhar, organizada por Patrícia Bins &Dileta Silveira Martins, Rio de Janeiro: Bertrand, 1998; As árvores e seus cantores, organizada por Sérgio Faraco e Maria do Carmo Conceição Sanchotene e Antologia de poetas brasileiros, organizada por Mariazinha Congilio.

Recebeu os Prêmios: 1ª lugar do Concurso de Contos Seráphico da Nóbrega, promovido pelo Diretório Acadêmico da Faculdade de Direto da UFPB, em 1967; 2ª lugar do Concurso Nacional de Contos (categoria estreante), promovido pelo Governo do Estado do Paraná, 1972; 1ª lugar do Concurso Mensal de Poesia, promovido pela Revista Escrita, São Paulo, 1973; 1ª lugar do II Festival de Poesia Falada de Campos de Goytacazes, Rio de Janeiro, 2000. Assumiu a sua Cadeira na APL, em 05 de julho de 1996, recepcionado pelo acadêmico Wellington Aguiar.

Bibliografia: Gestos lúcidos, edições Sanhauá, 1967; A ilha na ostra, edições Sanhauá, 1970; Domicílio em trânsito, Civilização Brasileira, 1983; O cerco da memória, UFPB, 1993; A quatro mãos, 1996 (poesias, com ilustração de Flávio Tavares); Longe daqui, aqui mesmo (tese de doutorado –Mário Quintana); Os paralelos insólitos, discurso de posse na APL.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

AGUIAR, Wellington. Discurso de recepção, Revista da APL, vol. 12.

João Pessoa: 1997.

Informações fornecidas pelo acadêmico

 

 

 

 

 

Quarta, 21 Novembro 2012 21:13

Ronaldo José da Cunha Lima

Written by

Nasceu na cidade de Guarabira, Estado da Para�ba, em 18 de mar�o de 1936; filho do senhor Dem�stenes da Cunha Lima e D. Francisca Bandeira da Cunha Lima, D. Nenzinhaa, como era conhecida. Estudou no Col�gio Pio X e no Col�gio Estadual do Prata, de Campina Grande, Bacharelou-se em Ci�ncias Jur�dicas pela Faculdade de Direito da UFPB.; � casado com D. Maria da Gl�ria Rodrigues da Cunha Lima e tem quatro filhos: Ronaldo Filho, C�ssio, Glauce e Savigny. Em 1968. Iniciou a vida como vendedor de jornais, como gar�om, no restaurante do seu irm�o Alu�sio, trabalhou na Associa��o Comercial de Campina Grande, na Rede Ferrovi�ria do Nordeste, no Cart�rio de D. Nevinha Tavares, tudo isso para custear os seus estudos e ajudar as despesas dom�sticas, porque o seu pai, pobre, faleceu muito cedo, deixando D. Nenzinha com a responsabilidade de criar e educar a fam�lia numerosa. Desde jovem, demonstrava voca��o para a pol�tica. Ainda estudante, foi representante estudantil e vice-presidente do Centro Estudantil Campinense. Foi Vereador e Prefeito de Campina Grande, Governador do Estado e, atualmente, � Senador da Rep�blica. Em 1964, teve os seus direitos pol�ticos cassados, passando dez anos no ostracismo; indo para S�o Paulo, depois, para o Rio de Janeiro, recome�ando a vida de advogado. No Rio, ganhou o t�tulo de Advogado do Ano, em 1980. Estudioso da obra do poeta Augusto dos Anjos, participou, com brilhantismo, do programa de televis�o, Show sem limite, respondendo sobre a vida e a obra do grande poeta paraibano.

Ronaldo Cunha Lima � pol�tico, poeta e escritor. Membro da Academia Campinense de Letras, Membro do Conselho Federal da OAB. Ingressou na Academia de Letras em 11 de mar�o de 1994, saudado pelo acad�mico Amaury Vasconcelos. Bibliografia: I50 can��es de amor e um poema de espera, 1955; Livro dos tercetos, 1998; Em defesa da l�ngua portuguesa, (discurso no Senado Federal, 1998; 3 seis, 5 setes, 4 oitos e 3 noves –grito das �guas (discurso no Senado Federal, 1999); A seu servi�o II, 1999; A seu servi�o III, 2000; Roteiro sentimental – fragmentos humanos e urbanos de Campina Grande, 2001.

REFER�NCIAS BIBLIOGR�FICAS:

GUIMAR�ES, Luiz HUGO. Hist�ria da Academia Paraibana de Letras, Jo�o Pessoa:

2001.

 

Revista da Academia de Letras de Campina Grande, n �1. Campina Grande:

1993

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quarta, 21 Novembro 2012 21:12

Paulo Gustavo Galvão

Written by

Nasceu em Campina Grande, Estado da Para�ba, em 06 de junho de 1936; filho do casal Paulo Ac�cio Galv�o e D.Maria Jos� Pedrosa Galv�o, tendo nascido dessa uni�o as filhas Liliana e Izabel, ambas m�dicas.Estudou em Campina Grande no Col�gio Alfredo Dantas e em Recife, nos Col�gios Carneiro Le�o e Gin�sio Pernambucano. � formado em Medicina com P�s-Gradua��o em Oftalmologia, tendo realizado v�rios outros cursos relacionados com a sua especializa��o, mantendo-se sempre atualizado neste campo. � professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais; Co-fundador e diretor cl�nico do Instituto Hilton Rocha e da Funda��o Hilton Rocha, de Belo Horizonte onde se estabeleceu desde o ano de 1960; Co-fundador e membro do Instituto Mineiro de Hist�ria da Medicina. Foi agraciado com as honrarias: Medalhas da Inconfid�ncia Mineira; Alcides Carneiro, conferida pelo CENEC, Pb.; Arquimedes Busaca; MG.; Lineu Silva, MG; M�rito do Trabalho, conferida pelo Minist�rio do Trabalho; Cidad�o Honor�rio de Caratinga, de Itabira, do Estado de Minas Gerais e de Jo�o Pessoa. Publicou in�meros trabalhos cient�ficos em peri�dicos nacionais e estrangeiros. Paulo Galv�o � m�dico, pesquisador, escritor e poeta; assumiu a Cadeira n� 15 da APL, em 30 de junho de 1999, recepcionado pelo Acad�mico Amaury de Vasconcelos. Bibliografia: Transplante de c�rnea (estudo cl�nico); Mar de Marmara, poesias; Alocu��o ensaios e outros textos; Lentes de contato terap�uticas e cosm�ticas(Pr�mio Archimedes Busaca); Sentido universal da hist�ria; Elogio aos olhos, entre outros t�tulos.

 

 

REFER�NCIA BIBLIOGR�AFICA:

 

VASCONCELOS, Amaury. Discurso de recep��o, Revista da APL, vol. 14. Jo�o Pessoa: 1999

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quarta, 21 Novembro 2012 21:11

Otávio Augusto Sitônio Pinto

Written by

Biografia não cadastrada!

Quarta, 21 Novembro 2012 21:11

Oswaldo Trigueiro do Valle

Written by

Biografia não cadastrada!

Quarta, 21 Novembro 2012 21:10

Marcos Augusto Trindade

Written by

Biografia não cadastrada!

Quarta, 21 Novembro 2012 21:09

Luiz Nunes Alves

Written by

 

 

 

Nasceu no munic�pio de �gua Branca, em 16 de abril de 1934, filho de Ant�nio Alves da Silva e D. Marta Nunes de Souza; casado com D. Maria Bernadeth Baptista Alves e tem tr�s filhas: Ana M�rcia, M�rcia Neves e Marta Bernadeth.Fez o curso prim�rio no Grupo Escolar Jos� Nominando, na sua terra natal, o Ginasial, Col�gio Nossa Senhora do Bom Conselho, em Princesa Isabel, e o secund�rio. No Liceu Paraibano. Bacharelo-se em Direito pela Universidade Federal da Para�ba. Tem curso de aperfei�oamento em Agente de Cr�dito Cooperativo, em 1960, em Fortaleza (CE), e curso de assistente Jur�dico, em 1969, tamb�m em Fortaleza, promovidos pelo Banco do Nordeste do Brasil.Funcion�rio da Receita Federal; exerceu o cargo de Coletor Federal, em Princesa Isabel, de maio de 1960 a fevereiro de 1962, quando passou a prestar servi�os no Banco do Nordeste, em Jo�o Pessoa.

Ingressou no servi�o p�blico estadual, como Caixa de Cr�dito Imobili�rio da Para�ba(1957/60), foi diretor do Departamento de Cr�dito Cooperativo (1967/68); Secret�rio do Planejamento (1970/71). Em 11� de mar�o de 1971, foi empossado no cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, per�odo 1973/75, chegando � Vice-Presid�ncia, no per�odo seguinte, tendo sido eleito Presidente, exercendo a fun��o por mais duas vezes.Participou de Congressos de Tribunais de Contas do Brasil, realizados a partir de 1973, tendo a oportunidade de presidir o 7� Congresso realizado em Jo�o Pessoa, no ano de 1975. � professor de Ci�ncias das Finan�as e de Direito Financeiro da UFPB. E da UNIP�. Eventualmente, ministra aulas na Escola Superior de Magistratura. Amante das letras, escolheu a literatura de cordel como �rea de estudo, � qual dedica o seu tempo, pesquisando e produzindo trabalhos com muita criatividade e seguran�a, usando sempre o pseud�nimo de Severino Sertanejo. Seus livros t�m grande aceita��o entre os apreciadores e estudiosos do cordel, tendo recebido elogios de personalidades consagradas no meio intelectual nacional, a exemplo de Jos� Am�rico de Almeida, Or�genes Lessa, Carlos Drumond de Andrade, C�mara Cascudo, D. Jos� Maria Pires e o jurista Limongi Fran�a, de S�o Paulo, entre outros nomes. � s�cio efetivo do Instituto Hist�rico e Geogr�fico Paraibano, foi agraciado com a Comenda do M�rito Cultural Jos� Maria dos Santos, institu�da pela entidade; s�cio do Instituto Paraibano de Genealogia e Her�ldica; membro efetivo do Col�gio Brasileiro de das Faculdades de Direito; 2� Vice-Presidente da Funda��o Rui Barbosa(S�o Paulo); membro efetivo das Academias Municipais do Brasil, com sede em S�o Paulo; assumiu a sua Cadeira na Academia Paraibana de Letras, em 20 de julho de 1975, recepcionado pelo acad�mico Fl�vio S�tiro. Bibliografia: Hist�ria da Para�ba em verso, pref�cio do professor Pedro Nicodemus, editada dentro das comemora��es do IV Centen�rio da Funda��o da Para�ba; A vida de Delmiro Gouveia em verso, pref�cio do professor �tila de Almeida; In�cio da Catingueira, o g�nio escravo, pref�cio do m�dico e poeta Firmino Leite; Copa 94, IP�; Coisas da minha sala.

REFER�NCIAS BIBLIOGR�FICAS:

 

Memorial do Instituto Hist�rico e Geogr�fico Paraibano, Jo�o Pessoa: 1995.

 

Revista da Academia Paraibana de Letras, n� 12: 1997

 

 

 

 

 

Quarta, 21 Novembro 2012 21:07

Luís Gonzaga Rodrigues

Written by

Nasceu em 21 de junho de 1933, na cidade de Alagoa Nova, Estado da Para�ba; filho do casal Manuel Avelino Rodrigues e D. Antonina Freire Rodrigues. � casado com a senhora Edite Maria do Nascimento Rodrigues, de cuja uni�o nasceram cinco filhos: Gustavo, Graciele, Fabiano, Dinah e Luz Cibele.Iniciou o curso prim�rio no Grupo Escolar Professor Cardoso, em Alagoa Nova, vindo concluir em Campina Grande, no Col�gio Diocesano Pio XI e come�ando o ginasial, que veio concluir na capital do Estado, no Lyceu Paraibano. Ingressou no Jornal O Norte, atrav�s do jornalista Jos� Leal, como revisor, passando a redator e, em seguida a editor, estas mesmas fun��es ele exerceu no Jornal A Uni�o, chegando a Diretor T�cnico. Colaborou como cronista nos jornais O Norte, A Uni�o e no Correio da Para�ba; atualmente, escreve as suas cr�nicas no Jornal O Norte. Gonzaga Rodrigues foi Secret�rio de Comunica��o Social do Estado; Presidente da Associa��o Paraibana de Imprensa; coordenou, com o escritor Jos� Oct�vio de Arruda Mello, o livro Cap�tulos de Hist�ria da Para�ba � citado em verbete noDicion�rio de Literatura Brasileira, editado pelo MEC. Assumiu a Cadeira da APL, em 27 de agosto de 1993, recepcionado pelo acad�mico Luiz Augusto da Franca Crispim. Publicou: Notas do meu lugar (cr�nicas 1979); Um s�tio que anda comigo (cr�nicas), 1983; Filip�ia e outrassaudades; Parahyba, a cidade, o rio e o mar (�lbum); Jos� Maria dos Santos (ensaio biogr�fico –Cole��o Nomes do s�culo, A Uni�o, 2000). Realizou palestra sobre Juarez Batista na Academia Paraibana de Letras.

Neste ano de 2001, foi agraciado pela TV TAMBA�, com o titulo de PERSONALIDADE VIP DO ANO.

 

 

 

RERFER�NCIAS BIBLIOGR�FICAS:

 

Arquivo da APL.

Informa��es do acad�mico

 

 

 

 

 

Pagina 1 de 3